Rinoplastia

“A BELEZA eu não sei definir, mas sempre que a vejo, sei percebê-la” – Ivo Pitanguy


Agende sua consulta: (71) 9.9610-5115 (whatsapp)

Bem Vindos ao meu site!
Vamos Rinar?

Rinoplastia
Cirurgia no nariz

Ficha técnica:
Cirurgia Plástica do Nariz
Anestesia: Geral ou Sedação; sempre recomendo a anestesia geral pelo conforto ao paciente.
Local de Cirurgia: Hospital ou Clínica; sempre recomendo hospital, pela segurança ao paciente.
Duração do Procedimento: cirurgia primária 3-4 horas, cirurgia secundária 6-8 horas.
Tempo de Internação: meia diária hospitalar
Alta Hospitalar: entre 6-8 horas após o fim da cirurgia
Técnica preferida: rinoplastia estruturada; sempre recomendo, pela previsibilidade do resultado.
Curativos: Não há tampão! Pode ou não haver splint e curativo externo (micropore e aquaplast).


A cirurgia plástica no nariz, ou Rinoplastia, é a uma das cirurgias plásticas mais realizadas no mundo e no Brasil. A estética do nariz encontra-se intimamente ligada a estética facial, portanto, é indissociável que cada nariz seja único e se encaixe na pessoa que ele se encontra.
Por conseguinte, o nariz perfeito é aquele harmônico com o restante do conjunto.
Desta forma, a rinoplastia exige que o candidato da cirurgia seja muito bem esclarecido, pois trata-se de uma cirurgia plástica com limitações e com propósitos muito bem delineados.
O paciente de nariz deve esclarecer todas as suas dúvidas com seu cirurgião nasal, deve ainda questionar os possíveis resultados e as possíveis complicações que por ventura podem ocorrer.
Assim, é imperativo para o sucesso da cirurgia nasal o alinhamento das expectativas tanto do paciente quanto do cirurgião nasal, ou seja, exatamente aquilo que se pretende e o que é possível fazer no nariz. Veja sobre nariz perfeito.

Rinoplastia:
Toda quarta feira é dia de
#live de rinoplastia

Acessem minha página do Instagram. Canal do Youtube. Interajam comigo, tire suas dúvidas. Todas as quartas feiras às 19:30.

Clique nos icones para seguir aos canais

Saiba mais sobre Rinoplastia



A rinoplastia moderna é pautada na rinoplastia estruturada, assim, podemos chama-la de rinosseptoplatia, pois são necessários enxertos septais para reestruturar a ponta nasal (veja abaixo sobre rinoplastia com cartilagens costais – enxertos de costela).

Sendo assim, advém uma cirurgia complexa que deverá ser realizada somente por rinoplastas.

O rinoplasta é aquele médico cirurgião plástico da face, otorrinolaringologista, que tem treinamento apropriado e avançados conhecimentos de anatomia e função nasal, afinal, além de um nariz bonito é importante um nariz que funcione para respirar.

Função e estética nasal, esses são os objetivos. A estética nasal é possível simular por meio de programas de computador, alinhando sempre as expectativas.

Quando os resultados que foram definidos previamente é atingido, a rinoplastia se torna uma cirurgia gratificante tanto para o paciente como para o especialista nasal.
 
 
Atualmente é possível marcar uma teleconsulta. A telemedicina é uma realidade no Brasil e na consulta focada na rinoplastia conseguimos esclarecer todas as suas dúvidas, sem sair da sua casa.

Como se realiza a Rinoplastia?




Por se tratar de uma cirurgia estética na face, as cicatrizes da rinoplastia e devem ser imperceptíveis.

Assim, normalmente elas se encontram dentro das narinas e externamente apenas um pequeno corte na columela (estrutura que separa os dois buraquinhos das narinas).

O nariz é um órgão complexo situado no centro da face, em formato triangular, composto de ossos, cartilagens, músculos, gordura, mucosa, tela subcutânea e pele e cuja função é de suma importância aos seres humanos: olfato, aquecimento, filtragem, humidificação e passagem do ar, ressonância da voz.

Então, o conhecimento desta complexa estrutura, demanda entendimento da anatomia e de fisiologia que é conseguida através de um longo percurso de aprendizagem.

Desta forma, não deixe qualquer um manipular o seu nariz. A cirurgia deve ser realizada sempre sob os preceitos da segurança e conforto do paciente que é encontrado em ambiente hospitalar sob anestesia geral.

– A RINOPLASTIA É A CIRURGIA DA FACE QUE ALIA ESTÉTICA E FUNÇÃO, HARMONIZANDO O NARIZ AO CONJUNTO FACIAL, TRAZENDO CONSIGO UMA MELHORA NA AUTOESTIMA –

Simulação computadorizada da Rinoplastia
Resultado da Rinoplastia



A simulação nasal é uma realidade através da utilização da softwares de computador. É possível realizar a simulação com as fotos enviadas na teleconsulta, entretanto, o ideal é que a simulação seja realizada com fotografias realizadas em estúdio fotográfico, sob iluminação adequada e enquadramento perfeito.

Na simulação conseguimos alinhar, então, as expectativas dos pacientes com as expectativas do cirurgião, de forma a nortear o cirurgião nas medidas precisas a serem realizadas no dia da realização do sonho da rinoplastia. Assim, o antes e depois da Rinoplastia ficam mais fidedignos.

Pré operatório da Rinoplastia





O pré-operatório bem feito da rinoplastia consiste nas consultas prévias ao procedimento no qual são alinhadas as expectativas.

Durante este período o cirurgião de nariz deve avaliar todas as características existentes no nariz e deve ainda examinar o nariz por dentro.

São solicitados os exames de acordo com as características de cada candidato à rinoplastia, em geral é solicitado exame de imagem do nariz (tomografia computadorizada nasal) e exames de sangue (variáveis de acordo com a necessidade de cada paciente).

Pode ainda, em alguns casos solicitar avaliações específicas a outros especialistas como por exemplo avaliação cardíaca e pulmonar.

Pós operatório da Rinoplastia





No pós operatório da Rinoplastia a dor é praticamente ausente, ou quando há, analgésicos  simples controlam perfeitamente o incomodo. O tampão nasal já foi abolido a muito tempo, em alguns casos pode ser utilizado o splint nasal.

Dia 1

Realização de um sonho
👃 👃 👃 👃 👃

Dia 2-3

Pequenos sangramentos ainda podem existir. Inicia-se uma piora do inchaço

Dia 5-7

Primeiro retorno para retirada de pontos e reavaliação global. Habitualmente retorna-se ao trabalho

Dia 15

Atividades físicas leves são liberadas

Dia 30

60 a 70% do inchaço nasal já se foi, temos quase o resultado final. Atividades físicas são totalmente liberadas

3 meses

O risco de exposição solar se iguala ao risco anterior da cirurgia

9-12 meses

A acomodação dos tecidos e o edema nasal praticamente se encerram e temos o resultado final
👃 👃 👃 👃 👃

– A RINOPLASTIA ULTRASSONICA COM O USO DO PIEZZO E A RINOPLASTIA DE PRECISÃO COM USO DE BROCAS DIAMANTADAS E CORTANTES ESCULPEM O NARIZ MAIS PRECISAMENTE QUE A RINOPLASTIA TRADICIONAL – –

Rinoplastia Ultrassônica
Rinoplastia de Precisão




A Rinoplastia com o uso do bisturi ultrassônico é uma técnica desenvolvida na França que atua por movimentos ultrassônicos.

Este bisturi não corta tecidos moles, assim, não há trauma nas cartilagens nasais, nas mucosas ou nos vasos sanguíneos resultando com isso uma cirurgia com menor trauma, por consequência menor inchaço e menos hematoma (para não dizer ausência).

Este bisturi tem ponteiras específicas para cada região a ser utilizada, conseguindo assim, esculpir o osso do nariz com maior precisão.

O uso de brocas cortantes e diamantadas é outra técnica utilizada na atualidade que por meio de um motor as brocas desbastam o osso nasal. Nesta técnica conseguimos aliar velocidade de execução com precisão milimétrica da região a ser manipulada.

Em ambos os casos a pele do nariz é afastada das estruturas, ficando o osso exposto ao cirurgião que manuseia os instrumentos de acordo com a necessidade de cada caso.

Já na técnica tradicional, muito utilizada também, o desgaste ósseo e os cortes ósseos nasais são realizados por meio de raspas manuais e escolpos ou micro osteótomos.

Nesta técnica o tato é essencial, associação ao som dos instrumentos durante o seu manuseio, quase como uma orquestra definindo o objetivo final.

Rinoplastia de Revisão



A rinoplastia de revisão tem múltiplas formas. Falamos que pode ser necessário um retoque, ou seja, apenas um pequeno ajuste na cirurgia.

Neste caso, a maioria das vezes é possível este tipo de retoque na própria clínica, apesar que as vezes é necessário uma nova intervenção no bloco cirúrgico. Estima-se que 10% das rinoplastias mereçam algum tipo de retoque pelo cirurgião nasal, este é uma média mundial.

Na maioria das vezes o retoque deve ser realizado somente após um ano da cirurgia, pois é quando o edema nasal deixa de existir e os tecidos terminaram de se acomodar.

As principais causas de revisão nasal ou retoque da cirurgia nasal é algum erro de planejamento, cicatrizações anormais como no caso da fibrose nasal, infecções que comprometam a estrutura das cartilagens nasais, bem como sua reabsorção ou ainda descuidos no pós operatório da rinoplastia, por parte dos pacientes.

O importante é entender bem o que se passou durante o processo de recuperação cirúrgica, pois normalmente há inúmeros fatores para se efetuar uma revisão.

Assim, é fundamental alinhar novamente as expectativas dos pacientes com a realidade a ser conquistada, entendendo o grau de fibrose da primeira cirurgia.

Rinoplastia Secundária
Rinoplastia com enxerto costal




A rinoplastia secundária é quando o paciente já realizou uma cirurgia previamente com outro cirurgião nasal. Por vários motivos ele decide realizar uma nova cirurgia. Seja por que o resultado da rinoplastia não foi satisfatório, ou por que houve complicações da rinoplastia ou outros motivos.

Assim, a rinoplastia secundária é a segunda rinoplastia que o paciente está sendo submetido. A rinoplastia terciária é a terceira rinoplastia que o paciente está sendo submetido e assim por diante.


Nesses casos não é possível identificar quais foram os passos realizados pelo cirurgião plástico que fez a primeira cirurgia. Trata-se de uma cirurgia muito mais elaborada, pois temos que vencer toda a fibrose existente da cirurgia anterior, identificar o que foi realizado anteriormente na rinoplastia primária e então reiniciar a reconstrução nasal.

Para realizarmos esta reconstrução nasal sempre precisamos de novos seguimentos de cartilagens, sempre precisamos reconstruir peças do quebra cabeça nasal e essas peças são confeccionadas da cartilagem de costela.

Nossas costelas são ósseas, entretanto, na junção entre a costela e o osso esterno (osso do centro do nosso peito) existe uma ligação cartilaginosa. Fazemos uma incisão no tórax, pequena (normalmente no máximo de 3cm), na linha mamária (local do uso do soutien) para acesso à cartilagem costal que será utilizada na rinoplastia.

Esse seguimento de cerca de 4-5cm de cartilagem da costela é removida e não fará falta no local que ela estava. Importante, diferentemente da rinoplastia, no local de retirada da costela haverá dor.

Veja informações específicas nos textos que escrevi para você!

Caso você sinta falta de alguma informação, me envie uma mensagem com o tema que escrevo um texto explicando tudo sobre aquele assunto.

Rinoplastia em Salvador: é diferente?

Rinoplastia em Salvador: é diferente?Rinoplastia Salvador: nesta página falo especificamente da cirurgia Soteropolitana. Uma vez que temos uma miscigenação da população, diferente das outras regiões …
Leia mais

Nariz perfeito: Os 5 tipos

Agende sua consulta com Dr. Gabriel Bijos Nariz perfeito, ele existe? Como eu consigo que meu nariz seja perfeito? Nariz perfeito Quando pensamos na cirurgia no nariz, chamada rinoplastia, logo …
Leia mais

Nariz de Batata

Nariz de Batata não combina com coxinha A rinoplastia nariz de batata no Brasil é uma das mais procuradas. Somos um dos países do …
Leia mais
Sair da versão mobile