Pré Operatório de Rinoplastia

Pré operatório de rinoplastia: porque não fazer nas coxas

Neste texto descrevo tudo que acredito ser importante no pré operatório de rinoplastia

Quem não pode fazer a cirurgia do nariz?

O que saber antes da consulta com o cirurgião?

Quais as diferenças entre tipo de pele na rinoplastia, pelo fina e pele grossa?

Quais os exames pré operatórios da Rinoplastia?

Quais as contra indicações da cirurgia do nariz?

Essas perguntas respondo no texto abaixo.

Neste vídeo explico as informações contidas nesta publicação do blog

Entendendo o Nariz e entendendo pré operatório de rinoplastia:

Quando falamos que é preciso entender o nariz, não digo que vocês precisam entender termos técnicos ou termos anatômicos específicos, pois não é esta a idéia. Entretanto, o nariz é uma estrutura tridimensional que fica no centro da nossa face e assim é importante que se entenda algumas nomenclaturas para que a conversa com o médico seja a melhor possível.

A maioria das pessoas que me procuram dizem que querem mudar o nariz porque ele é grande. Vocês verão abaixo que a palavra nariz grande não se enquadra na conversa que se deve ter com o cirurgião. 

Quando falamos em nariz grande, temos que entender onde ele é grande, na altura, na largura, no comprimento ou na projeção? Está vendo, precisamos conversar um pouco a respeito disso para entender especificamente o que incomoda vocês. Então vamos lá:

A altura do nariz é a distância do nariz no plano vertical, entre as sobrancelhas e a implantação no nariz próximo a boca, esta medida é feita em uma foto de perfil.

A largura do nariz já é dividida em dois itens. O primeiro é a largura na base alar, ou seja, das asas do nariz. É a largura, medido em uma foto de frente, entre um lado e outro do nariz, na parte de baixo, nas asas. O segundo item da largura no nariz é a base óssea. Essa também é medida em uma fotografia de frente, mas fica da metade para cima do nariz.

O comprimento do nariz é visto também em uma fotografia de perfil. É a distância entre a ponta do nariz e a parte mais baixa, que fica próximo aos olhos (radix).

Por fim, a projeção do nariz, também visualizado em uma foto de perfil, no qual é a distancia da implantação do nariz no rosto e a ponta do nariz.

Assim, quando vocês me dizem que o nariz de vocês é grande eu preciso entender o que é grande, o que é o nariz grande. O nariz é grande na projeção, o nariz é grande na base ou ele é grande no comprimento.

Pele

Porque falamos que a pele do nariz é muito importante, no pré operatório de rinoplastia? Imagine um colchão de espuma, faça um buraco nele, bem no meio do tamanho de uma mão. Então imagine duas situações. A primeira, cubra a cama com um lençol bem fininho (seda/cetim/chita), o que será possível ver após esse procedimento? Praticamente vemos o buraco com todos seus defeitos e profundidade. Essa é a pele fina no nariz ou a pele fina na rinoplastia.

Agora, imagine a segunda situação, com o mesmo colchão e o mesmo buraco feito. Entretanto, joga um cobertor grosso (edredom, cobertor de pelo), o que será possível ver após esse procedimento? Praticamente veremos apenas uma leve retração na região do buraco, sem ver as bordas definidas ou sem observar a profundidade exato. Essa é a pele grossa no nariz ou a pele grossa na rinoplastia. Veja a página de nariz batata

Entenda porque em Salvador é difente.

Quais as vantagens e desvantagens de cada uma das peles no pré operatório de rinoplastia?

Na cirurgia plástica no nariz, manipulamos as cartilagens e ossos, primordialmente. Depois, recobrimos os que fizemos na cirurgia do nariz, com a pele. Assim, a vantagem da pele fina é vermos exatamente o que foi feito, ficando um nariz mais delicado e fino, evidenciando o trabalho feito sob a pele. A desvantagem da pele fina é que pequenas imperfeições podem aparecer e incomodar no resultado final.

Já na pele grossa temos o inverso. A vantagem da pele grossa na rinoplastia é que pequenos defeitos não são evidentes. Por outro lado, a desvantagem da pele grossa é que teremos um nariz mais robusto, sem uma definição tão evidente da ponta do nariz. Assim, como tudo na vida, há suas vantagens e desvantagens.

Essa questão da pele na rinoplastia é de extrema importância na hora de alinhar as expectativas de vocês (pré operatório de rinoplastia) com os possíveis resultados que conseguiremos no pós operatório.

Vou contar um caso interessante que aconteceu algum tempo atrás. Uma paciente de pele extremamente grossa queria fazer uma rinoplastia e pediu que ficasse com a ponta do nariz extremamente fina. Fiz a simulação computadorizada e ainda assim ela não estava satisfeita, queria um nariz mais fino. Expliquei que no computador era possível sim, alcançar o objetivo que ela queria, e assim eu o fiz, uma nova simulação chegando até onde era o desejo dela. Entretanto, não prossegui com a cirurgia do nariz dela, pois eu tinha certeza que o resultado efetivo com a cirurgia não seria aquele da simulação. Foi quando eu perguntei a ela o que faria se ficasse mais gordinha a ponta. Ela falou que preferiria não ter operado a não alcançar o objetivo da simulação. Não operamos.

Essa que é o ponto essencial para ser entendido em relação à pele. Saber alinharmos as expectativas que vocês têm com a cirurgia e com o que é possível atingir com a rinoplastia de pele grossa ou a rinoplastia de pele fina.

Por falar em resultados que não são exatamente o que vocês desejam. Tenho achado de extrema importância a seguinte pergunta. Se não ficar do jeito que vocês querem, o que vocês fariam?

Já pensou nisso? O que é possível fazer se o resultado da rinoplastia não for legal? Pensem que estão se entregando nas mãos de outro ser humano, um profissional qualificado e que te passou segurança. Ninguém nunca faria uma cirurgia para estragar ou para deixar o nariz pior. Assim, se isso acontecer, provavelmente foi uma fatalidade. Como resolver?

Há algumas opções:

Processar o cirurgião! Sério, se essa for a sua resposta, troca de médico, não opere. Qual a vantagem disso? Dinheiro? Não acredito que essa seja uma solução.

Espalhar nas redes sociais o que aconteceu! De verdade, isso ajuda em que? Quem ganha alguma coisa com isso, você fica totalmente exposta e sem argumentos e o cirurgião “com o filme queimado”. Também não acredito que essa seja uma solução.

Refazer a cirurgia! Sim, nos casos que gerou alguma alteração grande e que é possível o reparo, sem sombra de dúvidas é a melhor solução. Importante deixar claro neste ponto que para refazer alguma cirurgia em geral não é cobrado valor algum pela equipe do cirurgião (eu e minha equipe não cobramos). Entretanto, normalmente o hospital cobra o valor normal de uma nova cirurgia e a equipe anestésica depende de cada uma, algumas cobram pela nova rinoplastia outras não cobram a rinoplastia secundária, quando eles que fizeram a rinoplastia primária.

Por fim, acreditar no médico. Muitas vezes o resultado não foi 100% o esperado, entretanto, a deformidade que ficou ou a assimetria é pequena e discreta que não vale a pena fazer um retoque ou uma nova cirurgia. Esse é um ponto bastante importante, pois a relação de confiança entre vocês que sonham com um nariz perfeito e nós, pessoas como vocês, com sentimentos e aflições, deve ser de acreditação, confiança e lealdade.

Veja o post sobre nariz perfeito

Quais os exames necessários para fazer rinoplastia?

Em geral, os exames pré operatórios da cirurgia no nariz que solicitamos são o hemograma completo e coagulograma. No entanto, caso a caso precisa ser estudado, pois na rinoplastia os exames pré operatórios são de acordo com a idade do paciente, de acordo com as comorbidades existente em cada um.

Assim, os exames pré operatórios são individualizados, podemos solicitar ainda exame de urina, exame de beta HGC, exames hormonais, avaliação cardiológica, avaliação endocrinológica, avaliação pneumológica entre outras.

Nos casos de rinoplastia funcional, ou rinosseptoplastia, precisamos também avaliar com exames de imagem. Assim, podemos ainda solicitar exames de tomografia para fazer a rinoplastia.

Com quantos anos pode fazer rinoplastia?

Com 14 anos de idade já se pode realizar a rinoplastia. Entretanto, este número pode variar de acordo com alguns fatores, não sendo um número absoluto. Desta forma, é necessário avaliar a estrutura do nariz, crescimento facial, crescimento do nariz e desenvolvimento hormonal de cada um.

Será que existe idade certa para fazer uma rinoplastia? De acordo com a ABCPF – Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face a indicação é a partir de 15 anos. Por outro lado, a SBCP – Sociedade de Cirurgia Plástica recomenda a realização da rinoplastia a partir de 13 anos.

Além da avaliação física, em relação a crescimento facial, proporções faciais, estrutura nasal é importante na decisão de quantos anos pode fazer a rinoplastia, o desenvolvimento neuropsíquico de cada um.  É necessário que esta avaliação seja rigorosa para não haver uma quebra de expectativas seja por parte do paciente ou por parte do cirurgião de nariz. Veja as diferenças que tem em Salvador.

E quem não pode fazer a Rinoplastia?

Como já mostrei acima, no pré operatório de rinoplastia, pessoas que não terminaram o crescimento facial e nasal completo, assim, em geral abaixo dos 13 anos não se deve realizar a cirurgia, da mesma forma, as vezes, mesmo com 14 ou 15 anos também preferimos não realizar a cirurgia, já que não é a idade o primeiro fator a ser avaliado. Se essas pessoas de 14 ou 15 anos não tiverem finalizado o crescimento facial, também estaria contra indicado o procedimento.

Existem patologias de caráter crônico que deve pesar na decisão de realizar ou não a cirurgia no nariz, pois são patologias que podem atrapalhar o procedimento anestésico ou o processo de recuperação. Assim, patologias como doenças cardíaca graves, processos infecciosos ativos, doenças imunológicas e de coagulação podem atrapalhar, devendo ser avaliado cada caso isoladamente.

Já outras pacientes com doenças como diabetes, hipertensão e outras, caso estejam descompensadas também não devem ser submetidas a rinoplastia estética.

Por fim, pacientes com problemas de ordem emocional também não deve submeter-se a cirurgia. A rinoplastia não é a solução para os problemas de ordem emocional. Então, caso o paciente não alinhe as expectativas com as reais possibilidades, tenha uma ideia fixa quanto a solução dos problemas ou espera que com a cirurgia consiga conquistar alguém ou subir na carreira (motivação errada), também não devem ser submetidas à cirurgia. Veja informações no site da ABCPF

Material escrito por Dr. Gabriel Bijos
CRM/BA 35.321 | RQE: 18.990

Médico formado pela Universidade de São Paulo – USP, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pela USP – HCFMRP e pós gradução em Medicina Plástica da Face.

3 comentários em “Pré Operatório de Rinoplastia”

  1. Pingback: Os 5 tipos de Nariz Perfeito . Como assim 5 tipos? Dr. Gabriel Bijos

  2. Pingback: | Dr. Gabriel Bijos - Rinoplastia e Cirurgia da Face

  3. Pingback: Rinoplastia: Você sabe porque tem tantos nomes? - Dr. Gabriel Bijos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.